Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

Boatos no WhatsApp alarmam a população sobre possível greve dos caminhoneiros

01/09/2018

/ Por Caruaru 24 horas
Uma mensagem atribuída a um posto de gasolina na região Centro-Sul de Belo Horizonte supostamente alerta aos clientes sobre o retorno da greve dos caminhoneiros na segunda-feira (3). O texto assume não ter garantias da veracidade da informação, mas pede aos consumidores "que se preparem e abasteçam seus veículos". Além disso, novos áudios em circulação na internet confirmariam o comunicado. No entanto, sindicatos da classe não reconhecem a decisão por uma nova paralisação. Questionado sobre o assunto, o gestor de comunicação do Sindicato dos Petroleiros de Minas Gerais (Sindipetro), Alexandre Sinamori, disse desconhecer o caso. A assessoria do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados do Petróleo do Estado de Minas Gerais (Minaspetro) também alegou não ter informações, acrescentando que tudo o que sabe é "por meio da imprensa" e, por isso, não tem comentários a fazer. Chefe da Sala de Imprensa da PM, major Flávio Santiago afirma que as mensagens não passam de especulação porpagada no WhatsApp. "Hoje, circula-se muito esses áudios, não é a primeira vez desde que ocorreu a greve. A polícia acompanha tudo, mas a potencialidade das mensagens a gente acompanha no decorrer dos acontecimentos. E não há nenhum acontecimento em andamento por enquanto", garante. A Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam) e a Associação Nacional de Transporte do Brasil (ANTB) também desconhecem uma nova paralisação. "Pelo que a gente vem monitorando com representantes dos estados isso não passa de fake news. Não tem a mesma mobilização que teve teve a outra. A categoria está insatisfeita por causa do aumento do diesel, mas pelo que estamos observando não tem chance nenhuma de outra paralisação”, informou uma representante da Abcam ao Hoje em Dia. O presidente da ANTB, entidade que representa os caminhoneiros autônomos, José Roberto, disse que não há nada previsto para este domingo (2) ou para a próxima semana. "Estamos nos unindo para que possamos fazer uma paralisação uma semana antes das eleições", disse.

Nenhum comentário

Últimas Notícias
© Todos os Direitos Reservados