Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

Evento promoveu debates sobre as atividades da Igreja Católica em Caruaru Cerca de 1,2 mil pessoas participaram do Despertar Missionário



Neste sábado (9), foi realizado o evento Despertar Missionário, promovido pela Diocese de Caruaru. O momento abriu as atividades do Ano Missionário, proposto pelo Papa Francisco, e teve como objetivo discutir a importância da missão para a Igreja Católica e apresentar seus novos métodos e estratégias para a evangelização. Cerca de 40 padres, de todas as cidades que compõem a Diocese, estiveram presentes, além dos agentes de pastoral, seminaristas, religiosos, membros das novas comunidades, grupos e movimentos. Aproximadamente 1,2 mil pessoas participaram das atividades.

A programação teve início pela manhã com a celebração da Santa Missa no Santuário da Graça, em Caruaru. Logo em seguida, o Pe. João Paulo de Araújo falou sobre o tema do encontro, “Batizados e Enviados”, e ressaltou a importância do acolhimento dos fiéis no ambiente pastoral. “A missão é sobretudo entender que a nossa comunidade deve ser um espaço para todos, uma casa onde todos se sintam acolhidos, uma igreja que vai ao encontro de todos”, afirmou.

Em seguida, os padres Sivonaldo e Fábio e o monsenhor Albérico promoveram um momento de reflexão sobre os religiosos que tiveram a vida dedicada às missões no Nordeste. Neste momento o debate trouxe o testemunho da vida do Frei Damião, Pe. Cícero, Pe. Ibiapina, Dom Hélder Câmara e Irmã Malba, que pregavam sobre a salvação do povo de Deus e são considerados referências para a vida missionária. Na oportunidade também foi feita menção à vida e caminhada de fé e missão das religiosas Irmã Werburga e Irmã Rosália, esta última ficou conhecida como a freira mais antiga da Ordem Franciscana em Caruaru, tendo falecido no dia 31 de dezembro de 2018.

À tarde, os participantes do evento ouviram testemunhos das ações missionárias da Diocese, entre eles, o relato das atividades do Setor Juventude, com a partilha da experiência dos jovens que foram à Jornada Mundial da Juventude em janeiro; o Sínodo do Bispos, realizado no Vaticano em outubro do ano passado; e o Discernimento Vocacional. Os participantes puderam ouvir ainda as partilhas das as experiências dos membros da Pastoral Familiar, Pastorais Sociais, Novas Comunidades e Renovação Carismática. Ao final foi divulgado o calendário anual de atividades da Diocese.

De acordo com o bispo diocesano, Dom Bernardino Marchió, o Despertar Missionário foi uma oportunidade para reunir o clero e os fiéis e reiterar a importância de ser parte de uma igreja em saída, como afirma o Papa. “Esse evento é uma forma de incentivar ainda mais a missionariedade na nossa Diocese, que é uma grande família evangelizadora. A proposta é dar pistas para que durante o ano os conselhos de pastorais, o clero e todo o povo de Deus possam estar integrados ao que sugere o Santo Padre para o ano de 2019. Toda a Igreja deve ser missionária e todo trabalho é realizado para despertar ainda mais o desejo de anunciar o Cristo que é o Centro da vida diocesana”, concluiu.

*Ano Missionário 2018-2019*
Em outubro de 2018 teve início o Ano Missionário, proposta do Papa Francisco para o ano litúrgico, que se encerra em outubro de 2019. O objetivo é de promover atividades missionárias nas dioceses de todo o mundo e recordar a Carta Apostólica escrita pelo Papa Bento XV há cem anos. A carta foi escrita no fim da Primeira Guerra Mundial e é considerada um marco de renovação no modo de fazer missão na igreja.


Nenhum comentário

Últimas Notícias
© Todos os Direitos Reservados