Policial Militar é morto pelos próprios companheiros, após se negar a prender trabalhadores em lockdonw

Policiais militares fizeram um protesto em frente ao Hospital Geral do Estado da Bahia (HGE), na noite desse domingo (28/3), e ameaçaram parar as atividades após o soldado Wesley Soares Góes ser morto por colegas após ter um surto, na Bahia. Apesar da corporação não confirmar a morte, a Associação dos Policiais do Estado divulgou, nas redes sociais, que o servidor não resistiu ao ferimento e faleceu.


O militar invadiu o gramado em frente ao Farol da Barra, um dos principais pontos turísticos de Salvador, na Bahia, e disparou pelo menos uma dezena de tiros para o alto, na tarde deste domingo (28). Com o rosto pintado de verde e amarelo, enquanto efetuava os disparos, ele gritava palavras de ordem.
 

Postar um comentário

0 Comentários
* Por favor, não spam aqui. Todos os comentários são revisados ​​pelo administrador.