Para decepção da mídia depoimento dos irmãos Mirandas não traz nada contra o Presidente Jair Messias Bolsonaro


 Coluna do Diego Lagedo: O depoimento do deputado Luís Mirando (DEM-DF) e do seu irmão, Ricardo Mirando, não resultou em absolutamente nada concreto na CPI da Pandemia. 


O ponto alto da participação do deputado na CPI foi sua chegada teatral com colete a prova de balas e bíblia na mão. Na CPI, os irmãos Miranda relataram uma pressão pela compra da vacina – mas não é por isso que a mídia vem pressionado há meses? Nada sobre sobrepreço, que não existiu, é internacionalmente tabelado. Muito menos sobre fraudes na execução do contrato, que não chegou a ser executado, o Governo não gastou nenhum real.


 Também não foi apontado nenhum documento que justifique uma suspeita sobre o Governo Federal como um todo, que foi o que a mídia e a esquerda tentaram fazer. Se algum servidor em Brasília estava fazendo lobby, é algo a ser apurado. 


Mas o “escândalo” da Covaxin não existe como fato político para atingir o Presidente da República e isso se refletiu nas manchetes que cobriram a sessão da CPI dessa sexta (25). Na ânsia de atingir Bolsonaro, a montanha pariu um rato mais um vez.


Postar um comentário

0 Comentários