Em Caruaru, gestantes que tomaram a 1ª dose da AstraZeneca devem receber a 2ª da Pfizer

O prazo entre as doses será de 90 dias

Seguindo a recomendação do Ministério da Saúde (MS), publicada em nota técnica no último dia 23, as gestantes e puérperas que receberam a 1ª dose da vacina contra a Covid-19 da AstraZeneca/Oxford/Fiocruz deverão completar, preferencialmente, o esquema vacinal com o imunizante Pfizer.


Em Caruaru, essas doses foram realizadas nos dias 9, 10 e 11 de maio e completarão o prazo recomendado para aplicação da D2 nos dias 9, 10 e 11 de agosto. As cerca de 280 mulheres que receberam o imunizante passarão pela intercambialidade (uso de vacinas de fabricantes diferentes) de doses recomendada pelo Ministério da Saúde em caráter de exceção. 


"Para o restante da população, a intercambialidade continua não recomendada, sendo orientada a aplicação das duas doses do mesmo fabricante", explicou o secretário de Saúde, Breno Feitoza.


A suspensão do uso da vacina AstraZeneca em grávidas aconteceu em maio passado, por orientação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Na ocasião, apenas as gestantes e puérperas com comorbidades estavam sendo imunizadas.


Para receber a 2ª dose, após completado o prazo de 90 dias, essas mulheres deverão comparecer ao Centro de Vacinação Covid-19 do Espaço Cultural Tancredo Neves, das 7h30 às 16h30. É obrigatória a apresentação do documento oficial com foto, cópia do CPF, cópia do cartão de vacina (que conste a D1), Cartão Nacional do SUS (CNS) e comprovante de residência.


Do:Portal Caruaru 24 horas.

 

Postar um comentário

0 Comentários