Atores da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém comemoram Dia do Circo

Foto:Cortesia.

Quando as luzes se apagam após mais uma emocionante apresentação da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém, os bastidores ganham vida com uma atmosfera de celebração e camaradagem entre os integrantes do elenco de artistas. E neste dia 27 de março eles tiveram um motivo a mais para comemorar: o Dia Nacional do Circo.

Isso porque muitos dos talentosos artistas que dão vida aos personagens bíblicos também têm uma forte ligação com o mundo circense, como é o caso de Gilberto Trindade e Tiago Gondim que, fora da Paixão de Cristo, atuam profissionalmente como palhaços, que são as figuras mais emblemáticas do circo.

Gilberto é o Palhaço Cascatinha, personagem de destaque do Circo da Trindade, fundado por ele há 20 anos que está atividade em Camaragibe (PE). Já Gondim, há seis anos faz o Palhaço Gonda nas apresentações dos Doutores da Alegria, associação que, por meio de profissionais formados em Artes Cênicas e com experiência na linguagem do palhaço, leva humor e alegria a crianças internadas em hospitais públicos.

“Comemorar este dia é uma forma mostrar que o circo é uma arte viva e contemporânea que está sempre se reinventando”, afirma Gilberto Trindade que há 25 anos está na Paixão de Cristo onde interpreta três personagens e ainda atua como assistente de direção. Ele está no elenco da série Maria Bonita, do streaming Disney Plus que deve ser lançada este ano.

Para Tiago Gondim, que está na Paixão de Cristo desde 2013, onde atualmente interpresa seis personagens, o palhaço é um ser ingênuo que faz rir por meio de uma conexão com o público levando alegria e descontração. “Ser palhaço é estar comigo e estar com o outro”, afirma o ator que tem especialização na linguagem do improviso e da palhaçaria. Ele já participou do Grupo Cia do Quintal em São Paulo e é produtor cultural.

Em seu circo, Gilberto Trindade, além das temporadas de anuais de apresentação, criou um Centro de Formação em Aéreos para adultos e crianças, onde oferece aulas de acrobacias e malabares onde são ensinadas técnicas variadas que vão desde perna de pau a acrobacias de solo. São atividades que favorecem a desinibição, a coordenação motora, a interação e ao mesmo tempo desenvolvem os músculos. Além disso, realiza apresentações em escolas e empresas.

Tiago Gondim participou de peças de teatro como Guerreiros da Bagunça, O Amor de Clotilde por um certo Leandro Dantas, Vento Forte Para Água e Sabão e Os Embromation – Jogos de Improviso. No cinema, ele teve participação nos filmes Casa Cheia e Recife é um Ovo.

A celebração do Dia do Circo, no Brasil, em 27 de março, tem suas origens na figura marcante de Abelardo Pinto, conhecido como Piolin. Nascido em 1897, Piolin foi um palhaço brasileiro renomado que contribuiu significativamente para a cultura circense no país. Sua data de nascimento foi escolhida para homenagear não apenas sua contribuição individual, mas também para reconhecer a importância do circo como uma forma de arte e entretenimento no Brasil.

A origem do circo está relacionada às práticas de exercícios físicos e artísticos de diversas civilizações antigas. O circo como o conhecemos hoje surgiu durante o Império Romano, com as arenas circulares onde se realizavam esportes e lutas. Na Idade Média, o circo se transformou em um espetáculo popular, com artistas que se apresentavam em feiras e espaços públicos. No século XX, o circo se modernizou com novas tecnologias e atos circenses mais sofisticados.

Os espetáculos da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém vão até o próximo sábado. Os ingressos podem ser adquiridos pelo site www.novajerusalém.com.br em até 12 vezes no cartão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com