Vereadores de Caruaru discutem anulação de lei que envolve transporte público e passagem

Na sessão ordinária desta terça-feira (7), temas como segurança pública, educação política e distribuição de água foram discutidos pelo Poder Legislativo de Caruaru. Um dos principais assuntos entre os parlamentares foi a recente decisão do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) que, por unanimidade, anulou a lei municipal de Caruaru que garantia gratuidade no transporte público para pessoas entre 60 e 64 anos de idade.

Leonardo Chaves (PSDB) afirmou lamentar que a Casa, palco da aprovação desta lei, no passado, agora assista a decisão externa de sua anulação. Perpétua Dantas (PV) enfatizou que as pessoas mais pobres são as mais afetadas pela determinação judicial e que as leis não deveriam se dissociar das realidades sociais. O professor Jorge Quintino (SOLIDARIEDADE) disse esperar, diante das circunstâncias, que haja a redução no valor da passagem.

Educação Política

A pedido do gabinete da vereadora Aline Nascimento (CIDA), os certificados de conclusão de curso dos participantes do projeto educacional Politize Caruaru foram entregues na Casa. Aline reforçou a importância de atuações como as realizadas pelo Politize, que levam conhecimento político à população. Perpétua Dantas também se posicionou a respeito, “a participação social é o que faz com que as demandas batam na porta dos nossos gabinetes”, destacou a parlamentar.

Distribuição de Água

Os vereadores retomaram o tema da água, que vem sendo repercutido na cidade devido a dificuldades na operação do sistema de abastecimento da Compesa. Críticas relacionadas a canos estourados, caminhão pipa e outras questões foram feitas por Cabo Cardoso (PP). Nelson Diniz (CIDA) comemorou a obra que contemplará o bairro Amilson Afonso, tornando a água mais acessível para os moradores do local.

Segurança Pública

Leonardo Chaves cobrou ao Poder Executivo o saneamento completo das ruas, uma vez que presenciou consertos parciais de buracos na cidade. Cabo Cardoso comentou a segurança na zona rural e disse ter solicitado reforço policial em Cachoeira Seca, após pedidos de moradores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com