Parlamentares cobram a Compesa pela falta d’água em 19 bairros de Caruaru

Na Sessão Ordinária desta quinta-feira (26), o Poder Legislativo de Caruaru tratou de temas relacionados à acessibilidade, educação e abastecimento de água no município. O problema do abastecimento irregular foi o tema principal dos vereadores Nelson Diniz (CIDA), Mano do Som (União), Anderson Correia (PP) e Bruno Lambreta (PSDB), que pediram esclarecimento à rede de distribuição.

Mano do Som leu uma nota enviada pela Compesa informando que o problema se deve à queima de equipamentos em Jucazinho e a um vazamento na barragem do Prata. A previsão era de que o fornecimento voltasse ao normal no fim da tarde desta quinta-feira.

Anderson Correia se pronunciou sobre o tema declarando que levantará uma ação de improbidade administrativa contra a companhia. O vereador afirmou que o calendário não está sendo seguido, enganando toda a população que fica sem água em suas casas e precisa comprar de carros-pipa.

O Presidente da Casa mencionou que se encontrou com o Gerente Regional da Compesa e cobrou para que a infraestrutura seja ampliada e melhorada. Bruno também citou a expectativa positiva com os investimentos na Adutora do Agreste e Adutora de Serro Azul, que vão garantir água para a região. “O desafio é melhorar a infraestrutura e a distribuição da Compesa, compromisso que a Governadora, Raquel Lyra, está trabalhando para cumprir”, declara.

Sobre a escassez de água na zona rural, Nelson Diniz comentou que com o início do verão, os quatro distritos de Caruaru sofrem com a falta do líquido. Mano adicionou ao debate ao pontuar que os Sítios Encanto e Torres, são áreas que agora fazem parte da zona urbana da cidade e, por isso, não recebem mais o abastecimento através de caminhões pipas e não estão integrados na rede de abastecimento da Compesa.

Acessibilidade

O cadeirante Michel Expedito relatou para os parlamentares as dificuldades na acessibilidade no centro da cidade, meios de transporte, equipamentos públicos e serviços de saúde. A vereadora Perpétua Dantas (PV) reforçou a importância da criação do Censo Inclusão, para mapear os portadores de deficiências e construir políticas públicas mais inclusivas. Anderson Correia acrescentou na discussão ao comentar sua proposta para a criação de uma Comissão Permanente de Mobilidade Urbana.

Educação

O gestor, professores e alunos da Escola Paulino Monteiro estiveram presentes na sessão para receber o voto de aplausos da vereadora Perpétua Dantas, pelo trabalho desenvolvido pela instituição e pelos estudantes que tem se destacado na prática esportiva. “Escola pública que além de incentivar o ensino humanizado, investe no esporte como ferramenta emancipatória”, afirma a vereadora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com